Frete Super Econômico disponível para todo o Brasil. Mais Informações em (12) 982 555 222.

Produtos
Violino

Linha completa de acessórios para Violino disponível para você

Encontre todos os acessórios para você equipar, restaurar e construir seu violino. Temos cravelhas, cordas avulsas, encordoamentos, cavaletes, afinadores, microafinadores, fixos, estandarte de ébano e diversas madeiras como também estandartes de carbono. Temos rabichos, botões, faixas de violino para construção, alma de abeto, filetes para adornar e diversos outros acessórios.

ACESSÓRIOS PARA VIOLINO

Existem uma infinidade de opções quando o assunto é acessórios para Violino, mas tentaremos falar sobre os mais importantes e que requer atenção durante a sua escolha.

O Violino basicamente é composto por cordas, afinadores, estandarte, rabicho, botão, queixeira, cavalete, cravelhas, alma e corpo.

Cordas ou Encordoamentos

O Violino é composto por 4 cordas que são Mí, Lá, Ré e Sol.

Aqui na eCorde.com.br você vai encontrar estas cordas vendidas separadamente ou em conjunto, conhecidas também como Encordoamentos ou Jogos de Cordas.

Há também opções como montagens especiais, que nada mais é que a personalização de alguns Jogos de Cordas solicitados pelos nossos clientes afim de atender um timbre específico que ele deseja em seu instrumento.

Afinadores, Microafinadores ou Fixos

Os afinadores são peças mecânicas utilizadas no estandarte afim de facilitar a afinação do Violino.

Estandarte

Os Estandarte são peças em formato trapezóide que tem a função de sustentar as cordas. Aqui você vai encontrar diversos modelos, origens, cores e desenhos.

Rabicho ou Cordame

Os rabichos são finas cordas feitas de nylon ou materiais como Kevlar e metais. Eles tem a função de sustentar o estandarte e o manter em suspensão, além de permitir também a regulagem do afastamento do estandarte em relação a pestada do Violino.

Botão

O botão tem a função de ser um ancorador do estandarte que é enlaçado pelo rabicho. Temos modelos de botões da mesma madeira e corte que compõe o Kit de Montagem e outros avulsos.

Queixeira

A queixeira tem um papel fundamental na posição e postura do Violinista. É ela que o músico segura o instrumento com o queixo, afim de dar mais liberdade para a mão esquerda mudar de posição. Ela também auxilia no ângulo de abertura e fechamento do violino em relação ao corpo do executante.

Cavalete

O cavalete tem a função de suportar toda a pressão das cordas ao mesmo tempo que transmite a vibração, sonoridade, timbre e entonação das notas para a caixa acústica do violino. Esta peça é de extrema importância para uma qualidade sonora do instrumento.

Alma

Juntamente com o cavalete, a alma tem a função de equalizar o timbre do Violino ao mesmo tempo que suporta toda a carga das cordas. Ela é uma pequena peça que fica posicionada verticalmente logo abaixo do cavalete, dentro do violino.

Corpo

O corpo do violino é composto por Braço, Tampo inferior e Superior, além das pequenas partes internas que estruturam o Violino. Aqui temos uma categoria exclusiva com todas as partes do corpo do violino que são vendidas separadamente.

Outros Acessórios

Além das peças citadas acima, ainda temos acessórios como Surdinas, Espaleiras, Arcos, Acessórios Pedagógicos, Breus e muito mais.

COMO ESCOLHER MEUS ACESSÓRIOS?

Em cada categoria você vai encontrar orientações de como escolher os acessórios para seu violino, e caso necessite de alguma ajuda estamos a disposição nos canais de atendimento logo aqui abaixo.

Escolha seus Acessórios para Violino nas subcategorias acima e Boas compras :-)

UM POUCO SOBRE A HISTÓRIA DO VIOLINO

Qual a Origem do Violino?

Muito se fala, mas pouco se sabe! A data exata ou região onde surgiram os primeiros Violinos sempre foram questões inconclusivas até os dias de hoje, pois não se tem registros confiáveis sobre a sua primeira aparição. A única conclusão é que o Violino tem parentescos com diversos outros instrumentos encontrados na Ásia e Oriente Médio.

Um destes instrumentos é o ERHU, que até os dias atuais são usados na China. É um instrumento de uma única corda que é apoiado sobre a perna e tocado com um arco semelhante aos arcos barrocos.

Outro ancestral é o MORIN KHUR, muito utilizado na Mongólia, que aliás, mantém a tradição do cultivo de Crina Animal. Eles detém uma tradição de longa data no cuidado e preparo de Cavalos Machos Mongolianos para este fim.

Mas ainda existe o avô de todos estes que é o RABAB. Instrumento de corda mais antigo encontrado nas regiões do oriente médio, que acredita-se ser uma evolução da Lira (harpa antiga), que é citada em trechos Bíblicos e textos Babilônicos antigos. Outros instrumentos como REBEC são citados, porém tem o mesmo princípio mecânico e de funcionamento que o RABAB.

Como este instrumento chegou até nós?

Da mesma maneira que o Violino chegou no Brasil, estes antigos instrumentos foram introduzidos na Europa através das caravanas vindas do Oriente Médio pelas rotas comerciais e incorporados a cultura Francesa, Espanhola e Italiana. Os imigrantes são responsáveis pelo enriquecimento cultural em todo o mundo, sempre trazendo novidades e na área cultural isso não foi diferente.

Na Itália, por volta de 1550 surgem os primeiros violinos com formato definido, medidas exatas e afinação. Registros destes fatos foram encontrados em pinturas da época, mas estes instrumentos não existem mais.

Por folta de 1565 no norte da Itália, surgem os pais da Lutheria: Andre Amati, em Cremona, e Garparo di Bertolotti, de Salon (Conhecido como Gasparo di Salon). Estes foram os que definiram os traços, cortes, técnica dos Violinos a partir desta data.

A necessidade é a mãe da invenção!

Ninguém cria um produto sem destino. Especula-se que o Violino nada mais é que uma evolução da Viola.

Com a evolução da escala de outros instrumentos, surge a necessidade de um instrumento de corda mais agudo e menor, afim de criar uma variação de sons que haviam se estagnado na Viola, juntamente com o desejo dos compositores de explorar mais a escala musical em instrumentos de cordas, haja visto que naquele período já existiam Violas de tamanhos maiores que deram origem ao Cello, Violone, Viola de Gamba, Violeta e etc.

A partir deste momento, compositores como J. Sebastian Bach passam a compor peças para um instrumento que atinge notas mais agudas; com uma escala que permite tocar uma nota por dedo e com uma variedade de timbres. Assim o reportório evolui a ponto destes compositores criarem peças para 1 único músico no palco, como exemplo: Sonatas e Partitas para Violino Solo.

Conclusão

O que conseguimos presumir é que o Violino sempre foi um instrumento em evolução até meados de 1500 e se estabilizou com os grandes Luthiers Italianos até os dias de hoje.

Este adorável instrumentos está inserido em todas as culturas e presente em praticamente todos estilos musicais. Tem um repertório gigantesco e milhares de luthiers, inclusive Brasileiros, levando a arte de fabricar este instrumento na tentativa de se chegar ao som perfeito como dos seus ancestrais Italianos.

Central de Atendimento

Fale Conosco, fale com a eCorde

Horário de Atendimento

Em todos os canais de atendimento, de segunda a sexta-feira, das 9h as 13hs e de 14h as 18hs.

Institucional
Políticas e Normas
Segurança e Certificações

Blindagem de dados na eCorde

Parceiros

Você desenvolve conteúdo relevante?